Pós-graduação

Pós-graduação em Língua Inglesa: Ensino e Aprendizagem

DÊ UM PASSO ADIANTE NA SUA CARREIRA

Nosso programa de Pós-Graduação Lato Sensu foi desenvolvido para complementar a formação e aprofundar os conhecimentos dos professores de inglês interessados em dominar diferentes metodologias e estratégias de ensino.
É um programa para quem quer descobrir novas abordagens, ampliar e consolidar sua prática e desenvolver estratégias de ensino-aprendizagem num ambiente interativo, colaborativo e com feedback contínuo.
Na Faculdade Cultura Inglesa, as aulas são ministradas em inglês por professores com capacitação no Brasil e no exterior. O aluno da Faculdade Cultura Inglesa tem à sua disposição um curso de desenvolvimento linguístico em inglês sem custo adicional, caso necessário.


Duração: 3 Semestres

Carga horária total: 360 horas

Curso híbrido: Online e presencial local: São Paulo

Pré-requisitos: Graduação completa e Nível de inglês intermediário
  Processo de Seleção: Análise curricular e entrevista com o coordenador do curso.

COMPOSIÇÃO DO PROGRAMA

Nosso Programa de Pós-Graduação é composto de 12 disciplinas, divididas entre Módulos Linguísticos e Metodológicos. Confira os detalhes abaixo:

Estudo das principais características dos sistemas da língua inglesa, assim como das abordagens e técnicas que subjazem o ensino de inglês como língua estrangeira em diversos contextos do referido idioma, ampliando o conhecimento de língua dos participantes.

ASL e bilinguismo: convergências e divergências. Tópicos centrais em ASL. Análise de linguagem de aprendizes. O papel da L1: tópicos centrais. O papel da L1: a hipótese da análise contrastiva e a análise de erros. Abordagens recentes sobre aquisição de L2: a linguística cognitiva.

Estudo da literatura e o cruzamento de fronteiras entre mídias como manifestações culturais, contraste das diferentes linguagens e abordagens de temas diversos e enriquecimento do repertório de técnicas de ensino associadas ao texto literário e suas transposições para outras mídias.

Leitura crítica e aplicada de recomendações metodológicas e métodos aplicados ao ensino de língua estrangeira. Concepções de língua e linguagem, contextos de ensino aprendizagem. Materiais didáticos, objetivos educacionais, objetivos de aprendizagem, compreensão e produção de planos de ensino. Contextos socioculturais multidiversos. Objetivos de aprendizagem.

Estudo sobre questões relativas às metodologias ativas, incluindo suas bases educacionais e metodológicas. Papel do professor na concretização das metodologias ativas em sala de aula. Pilares das metodologias ativas, incluindo sala de aula invertida/ensino híbrido, aprendizagem baseada em problemas, aprendizagem baseada em projetos e gamificação. Tecnologias e as metodologias ativas. Avaliação no contexto das metodologias ativas.

Estudo sobre questões relativas às metodologias ativas, incluindo suas bases educacionais e metodológicas. Papel do professor na concretização das metodologias ativas em sala de aula. Pilares das metodologias ativas, incluindo sala de aula invertida/ensino híbrido, aprendizagem baseada em problemas, aprendizagem baseada em projetos e gamificação. Tecnologias e as metodologias ativas. Avaliação no contexto das metodologias ativas.

Desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos acerca do sistema fonético e fonológico da língua inglesa com vistas ao ensino da pronúncia.

Entendimento e articulação de conceitos fundamentais pertinentes ao desenvolvimento de competências comunicativas em língua estrangeira. Desenvolvimento de habilidades e estratégias de uso da língua para comunicação. Elaboração de atividades e tarefas para o desenvolvimento de competências comunicativas.

Estudo das formas em que o afeto influencia o aprendizado de línguas estrangeiras por alunos em diversas faixas etárias, bem como de técnicas que podem ser utilizadas por professores de inglês como língua estrangeira a fim de maximizar o aprendizado.

Tendências mundiais em matéria de reflexão sobre a linguagem, particularmente em relação à suposta neutralidade política da linguística e ao caráter descritivo de suas investigações. Caráter político das políticas linguísticas, por natureza prescritivas e interventoras. Questões de identidade que podem resultar de políticas linguísticas, particularmente em relação às necessidades de reafirmação de línguas de pertencimento e necessidades de acesso proficiente a uma outra língua.

Língua e Linguagem. Entendimento e articulação de conceitos fundamentais pertinentes ao processo de ensino-aprendizagem de língua inglesa. Mudança de paradigma educacional: o ensino da língua em uso. Análise e elaboração de atividades e tarefas visando a língua em uso em contextos diversos.

Estudo sobre as relações entre linguagem e ideologia. Relações que a linguagem mantém com a ideologia, moldando o modo como enxergamos o mundo que nos cerca. Relação leitor, texto e interpretação. Leitura de textos com vistas a ampliar o olhar sobre o processo interpretativo. Preparo de atividades de leitura que auxiliem o professor a desenvolver atividades de leitura que estimulem o espírito crítico dos alunos.

Conheça nosso corpo docente
Inscrições
Quero saber mais